4. O que te deixa animado com a vida?

As pessoas.
As minhas pessoas.
E saber que destas pessoas tenho sempre um abraço à espera para me abraçar.

O que de mais importante em nós se destina a ser dito soletra-se melhor no silêncio de um abraço, porque aí ocorre isto que é tão precioso: sem defesas, um coração coloca-se à escuta de outro coração.
~ José Tolentino Mendonça

3. Qual é a coisa mais sensível que já ouviu alguém dizer?

Muito do que foi escrito por Iain S. Thomas em “I wrote this for you”. Copio um texto dos mais recentes:

Listen To The Kindest Voice In Your Head
Dear You,
I just wanted to let you you to know that today, there will be difficult things to do but I also want you to know that you’ll get through them. And I want you to know that there is not a single difficult thing that you’ve faced in your life so far that has stopped you from getting to this point. You have overcome worse and for that, I salute you.

How do I know?
Well you’re reading this, and so I assume certain things about you. I assume you will find a pen with ink in it when you need it. I assume that some ridiculously stupid piece of admin will frustrate you almost to the point (or past the point) of tears but you will persist and even if you don’t actually get the thing done, you will move the boulder forward just a little bit, which is the only way boulders move. I know you’ll try again tomorrow.

Get enough sleep tonight so you can do that and throughout your day remember:
I make myself of me. And I listen to the best parts of me, and to the kindest voice in my head.

1. Quando foi a última vez que você tentou algo novo?

Algo que nunca tinha feito … um jardim de cactos e suculentas.
Tudo começou na Primavera de 2018. Um vaso aqui outro acolá, e de repente, os vasos foram sendo acrescentados, cada um tratado com calma e delicadeza, formas diferentes, cores diversas e aprender como se preserva, como se consegue reproduzir e ficar encantada por cada flor que nasce.

Tentar algo novo é aprender e experimentar.